Os preços dos productos africanos de cabelo em Lisboa são obscenos!!

Recentemente estive em Portugal, Lisboa para umas merecidas semanitas de férias. Depois de visitar a família, amigos dar pulos de felicidade por ter finalmente comido bacalhau com natas seguido por uma bica bem tirada e de ter andado por metade de Lisboa a pé, comecei á procura de productos para o cabelo, já que ele estava num estado lastimável depois da semana agitada que tive.

Fiquei completamente chocada com os preços obscenos que vi, é que realmente não me lembrava que os preços em Lisboa fossem tão altos.

  • Uma embalagem de condicionador de 150ml, 200ml na loja africana da esquina €7,50
  • Uma embalagem de condicionador com  150ml, 200ml ou 250ml  num supermercado €6,50

Os preços eram exorbitantes e os productos nem sequer eram grande coisa. Os condicionadores de marca inglesa e brasileira tinham quase todos petrolateum e mineral oil. Petrolateum e mineral????? Num condicionador?????? Porque???!!!

Nunca antes visto.

E quando tentei explicar á senhora da loja que não queria usar productos com esses ingredientes ela comecou-se a rir e disse-me que toda a gente usa e que até agora ninguém se tinha queixado e por isso sugeriu-me um condicionador da Revlon por €19,90…..!!!!!Sim leram bem €19,90 por um condicionador…. Como vi que ela não estava a entender-me nem a levar-me muito a sério,  decidi ir a outras lojas mas todas tinham os mesmos productos e sensivelmente o mesmo preço

Comecei a entrar em desespero já que nenhum daqueles productos iria fazer qualquer tipo de efeito no meu cabelo e iriam deixá-lo  seco, baço e cheio de resíduos. Decidi portanto voltar ao básico.

Comprei uma embalagem enorme (500ml) da Tressemé por €8 e comprei também um Shampo yes to carrots (400ml) por €10,25 sei que pelo menos estes productos tem uma qualidade superior, irão me durar imensos meses e são perfeitos não só para hidratar o meu cabelo mas também para desembaracá-lo.

Uso a marca Tressemé á cerca de 6 meses para desembaraçar o cabelo e devo dizer que até agora não encontrei nada melhor. o meu cabelo parece manteiga derretida, em vez de 1h30m para desembarcar o cabelo com este condicionador em 20/40 minutos estou despachada.

Aconselho-vos a pararem de comprar productos em lojas africanas  completamente, porque 99,9% simplesmente não valem nada. Por vezes ir a lojas como o continente e a Sephora conseguem encontrar preciosidades como a marca Tressemé, Garnier e Yes To Carrots . Estes dois productos salvaram as minhas férias.

Para fazer um tratamento intensivo basta juntar mel e alguns óleos a meia caneca de condicionador da Tressemé e deixar no cabelo por cerca de 1/2 hora. Simples, barato e uma coisa que funciona.

Há que começar a experimentar com productos que apesar de não serem criados com o nosso cabelo em mente, funcionam mil vezes melhor que os productos das lojas africanas.

Advertisements

9 Comments Add yours

  1. Sandy diz:

    Aconteceu-me exactamente o mesmo! Numa loja pus-me a ler os ingredientes de todos os produtos e a vendedora olhou para mim com uma cara “esta é maluca!” LOL

    Gostar

  2. Tina diz:

    Wow… sorry to write in English..I am not Portuguese (I’m Zambian) i moved to Portugal last year and have been finding the same issues.. no African hair products anywhere.. its so so annoying and sad! I order products online and try to make my own after watching youtube videos. I hope things in Portugal change so we can have proper African hair care.

    Gostar

    1. Angielopes's weblog diz:

      Hey thanks for your comment Tia. Yes the portuguese scene for natural african hair products looks pretty bleak. The solution really is just to keep making our own concoctions :-P. hopefully times will change. xoxoxo

      Gostar

  3. Luciene diz:

    Olá meninas. Quero compartilhar com voces também minha indignação com o preconceito que existe nos salões aqui de Lisboa. Sou brasileira, tenho 26 e moro aqui há 6 meses. Tenho caracóis no cabelo e nao encontro produto nenhum aqui ou loja. Vocês poderiam me passar alguma dica de lugar e produtos?

    Abraços,

    Luciene luotca@gmail.com

    Gostar

  4. Maria carolina diz:

    Minha preocupação é o grande, imenso preconceito que os cabeleireiros de Lisboa demonstram em relação a cabelos africanos, como se fosse “coisas que não tem como tratar”, elas falam com o maior descaso, são mal informadas e não conhecem nada de como proceder um tratamento de hidratação, secagem, etc, em cabelo africano. Há muito mais preconceito do que falta de informação. É preciso uma reação contra isso.

    Gostar

    1. Angielopes's weblog diz:

      olá
      Belas palavras e tens toda a razão, há mesmo muito preconceito o que impossibilita a procura de informação sobre como tratar do cabelo natural. No entanto, eu acho que aos poucos, post por post através desde blog ou de outros meios poderemos partilhar boa informação e dar as boas novas de que o cabelo afro é LINDO 🙂

      Gostar

  5. Maria diz:

    Olaa, desde já parabens pelo blog. Dá-me imenso jeito, fico feliz por encontrar um blog sobre cabelos afro que não seja em inglês. Achei curiosa esta loja, porque sou nova em Lisboa e ando à procura de uma loja como esta. Onde fica?

    Gostar

  6. selma diz:

    Desculpa as pontuacoes, tenho um pc comprado no Reino Unido. Lol

    Gostar

  7. selma diz:

    Esta ‘e a realidade em Portugal e olha que nao ‘e so os produtos das lojas africanas que tem precos que sao um disparate.
    ‘E importante dizer aqui tambem que a reaccao da senhora que trabalha na loja onde foste, so demonstra a falta de conhecimento das pessoas em relacao aos produtos para o cabelo africano, a falta de informacao, dai a grande maioria nem sequer usar o seu proprio cabelo natural.
    Ja la vao meses que nao compro produtos em lojas africanas, desde que descobri o teu blogue e depois outros que me ajudaram muito a ter conhecimento de muitos ingredientes que sao maus e bons para o nosso cabelo.
    Um bom Domingo. 🙂

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s