Estou neste momento a despedir-me do Spotify gratuito…

Estou neste momento a despedir-me do Spotify gratuito, a ouvir todos os artistas que estarão presente no festival de Glastonbury no Reino Unido.

Este programa apresentou-me centenas de músicos e bandas que não conhecia. Não tem preço os serões e madrugadas que passei a descobrir novos artistas. Alguns dos melhores momentos da minha vida aconteceram quando estava a ouvir spotify. Descobrir este programa foi como descobrir um novo mundo por mim mesma.

Spotify para quem não conhece é um programa  que funciona como uma biblioteca musical online, com milhões de canções, á nossa disposição, para isso bastava fazer o dowload do programa, inserir o nome do artista que pretendemos ouvir e ESCUTAR.  Tão simples quanto isto, este programa é simplesmente revolucionário.

O resultado da pesquisa, por vezes, dava todos os álbuns e singles que o artista lançou na sua carreira mas também, a biografia, rádio personalizada, os álbuns em que esteve presente e artistas parecidos.  Eu sinto-me sempre como uma criança numa loja de doces, a escolha é tanta que acabei por conhecer um artista novo todos os dias. Tudo isto de graça, sem necessidade de fazer dowload ilegal, o que, no meu caso, parou completamente os meus dowloads ilegais por cerca de dois anos e até fez-me comprar mais CDs.

A MÁ NOTICÍA:

Recentemente Spotify Ltd resolveu parar com a livre acesso dos seus utilizadores e limitando-nos, a partir de dia 1 de Maio, a umas meras 10 horas mensais de acesso. Se quisermos voltar a ter acesso ilimitado teremos que pagar £5 ou £9,99 se queremos o servico premium, que vem sem anúncios e com exclusivos diários. E eu não consigo sobreviver só com 10 horas mensais de música, já que, por vezes, consigo ultrapassar esse limite num só dia.

Tudo isto porque Spotify está a tentar entrar no mercado Americano, e para isso as companhias discográficas querem que eles limitem a quantidade de música de graça para os não subscritores e dar acesso ilimitado a subscritores que paguem a mensalidade. Neste momento só 15% dos cerca de 10 milhões de subscritores da spotify pagam mensalidade de £5 ou £9,99.

Se o Spotify conseguir que as companhias discográficas assinem o acordo, mais artistas estarão presentes na playlist da Spotify, como a Adele que neste momento só tem o álbum 19 no programa. Isso irá de certa forma apoiar os artistas, já que eles ganham dinheiro por cada vez que ouvimos uma canção. Mas será que isto irá aumentar os subscritores pagos? Será que o dowload ilegal irá aumentar?

Quanto a mim irei fazer uma vénia ao Spotify e irei pagar as £5 mensais. Porquê? Simplesmente porque fazer o log in no programa todos os dias, ao acordar e antes de adormecer virou parte da minha rotina e porque não quero voltar a fazer dowloads ilegais, suportando assim os artistas e a indústria musical. Isto meus caros, é o meu amor á música no seu melhor.

Existem alternativas? Claro que sim, existem dezenas de programas semelhantes, como a We7 que é como o Spotify mas britânico e de graça, mas depois de usar WE7 durante um mês, continuo a preferir o Spotify

Spotify está disponível na: Finlândia, Reino Unido, França, Holanda, Noruega, Suécia e Espanha

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s