Portugal ou Inglaterra? plano de ataque e conclusão- parte IV

Agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?

F.Pessoa em Livro do Desassossego

Por vezes, acho que tenho uma sorte tremenda por ter o tipo de amigos que eu tenho, que apesar de não estarem ao pé de mim sete dias por semana e fazerem parte de todas as minhas tristezas e momentos de felicidades eles aparecem exactamente quando mais preciso. Admito que se não fosse por eles, não conseguiria acabar esta série Portugal ou Inglaterra?, ficando eternamente na dúvida.

Depois de uma conversa no messenger, que começou completamente deprimente mas que acabou por ser uma das conversas mais úteis e animadas que já tive, cheguei á conclusão que não preciso, tecnicamente, de escolher entre Portugal e Inglaterra  ou entre trabalhar na Primark e ser jornalista e blogger, posso fazer isto tudo ao mesmo tempo, ter tudo o que desejo porque simplesmente mereço, só tenho que trabalhar muito mas sei que isso não será um problema, já que eu realmente gosto do que faço.

Plano de ataque:

  • Ficarei cá em Inglaterra a trabalhar, simplesmente porque não estou preparada para voltar para Portugal. não sei bem se ficarei em Londres ou noutra cidade mas sei que o meu futuro não será em Portugal, apesar do meu coração estar lá  a minha cabeça está aqui.
  • continuarei a praticar as minhas paixões: jornalismo, fotografia, blogs e farei ao longo dos próximos anos workshops um pouco por todo o país. Os workshops serão maioritariamente de fotografia, de como melhorar o meu blog e como ser freelancer. Londres tem alguns dos melhores workshops de jornalismo do Reino Unido e eu seria muito parva senão aproveitasse isso. Posso nunca trabalhar numa redação a tempo inteiro mas nunca conseguiria viver sem o jornalismo na minha vida. Continuarei a trabalhar na área do jornalismo como blogger mas tentarei também vender alguns dos meus artigos como freelancer e assim que me sentir satisfeita com a qualidade das minhas fotografias e arranjar uma máquina de jeito,  incorporarei a Fotografia neste blog
  • Farei um mestrado em Foto-jornalismo e cultura outra das minhas paixões. As propinas dos mestrados são astronômicas mas sei que valerá a pena nem que seja para me sentir ainda mais realizada. É que se consegui sobreviver durante 3 anos a tirar um curso no Reino Unido sem sequer falar inglês ( sem nunca tirar uma negativa) gostaria de ver-me a tirar um mestrado e tentar conciliar o meu trabalho full-time e os estudos. Irei começar esse mestrado em 2015 em horário pós-laboral. Não consigo viver sem desafios.
  • Viverei também em Portugal. Sei que parece estranho mas decidi viver entre os dois países. Juntarei dinheiro suficiente para comprar um t2 ou t3 algures em Portugal e para isso pretendo viajar um pouco por todo o país até encontrar o sítio certo, Porto, Sintra, Viana do Castelo são alguns dos sítios que sempre quis ter um cantinho. Isso não será nada que concretizarei neste ano ou no próximo, mas sei que com o tempo terei o meu cantinho no meu país á beira mar plantado.
  • Aprenderei também mais línguas,tenho  mesmo á porta de casa um colégio que ensina um bocado de tudo por isso aprenderei Polaco, italiano e francês.
  • Conhecerei o mundo, não imagino-me a viver o resto da minha vida só entre dois países. O mundo é demasiado grande, cheio de possibilidades e pessoas interessantes para eu, não fazer um bom uso do meu passaporte

Então aqui está o meu plano de ataque. Penso, que antes tinha medo de descobrir o que sou capaz ou não de fazer, de descobrir as minhas fragilidades. O medo de falhar é enorme mas a vontade de vencer e de ter tudo o que quero é ainda maior.

Por isso, com a forca de vontade que me levou a apanhar um avião e ir para Lincoln estudar Jornalismo, sem saber falar inglês, será a mesma forca que me ajudará a tirar um mestrado e a seguir todos os pequenos sonhos que tenho como as 25 coisas para fazer antes de morrer. Recuperei a minha capacidade de acreditar em mim mesma e agora ninguém me para.

Acredito que, por vezes, os emigrantes ficam numa constante dúvida sobre o que fazer, depois de alcançarem o objectivo principal que os levaram a emigrar. A dúvida se devem ou não voltar para o seu país e que tipo de vida terão se o fizerem e também o constante dilema que nos leva a acreditar que por falarmos numa língua que não é a nossa, somos menos capazes de subir ao topo dos topos da nossa carreira profissional, já que há sempre aquela calinada ou outra na gramática. Mas este blog servirá para provar o contrário, de que com muito trabalho e forca de vencer, somos capazes de tornar o impossível, real.

“For what it’s worth: it’s never too later or, in my case, too early to be whoever you want to be.There’s no limit, stop whenever you want. you can change or stay the same there are no rules to this thing. We can make the best or the worst of it. I hope you make the best of it. And I hope you see things that startle you. I hope you feel things you never felt before. I hope you live a life you’re proud of. If you find that you’re not. I hope you have the strengh to start all over again.”

-Benjamin Button, The Curious Case of Benjamin Button

Vocês saberão as ultimas novidades de cada etapa minha aqui neste blog, farei o relato de cada workshop, de cada derrota, de cada vitória e espero que comentem e que me ajudem  a chegar a uma conclusão.

5 Comments Add yours

  1. João diz:

    Olá. Estou a pensar emigrar para o Reino Unido para estudar jornalismo e o teu blog tem sido muto útil para tomar a minha dicisão. Força e continua a tarbalhar para conseguires alcançar todos os teus objectivos!

    Gostar

    1. Angielopes's weblog diz:

      Obrigado. Verás que nao te irás arrepender. Se precisares de mais alguma ajuda, avisa🙂

      Gostar

  2. selma diz:

    Ja agora, sou a Selma, acho que ‘e a primeira vez que comento o teu blogue, descobri a pouco tempo e esta muito interessante. Tambem irei ao Reino Unido o ano que vem e estava mesmo a precisar de um blogue assim para ter umas certas ideias. Sei que nao ‘e a coisa mais facil emigrar, mas sou jovem e tenho que me fazer a vida nessa altura em que Portugal faz com os jovens fiquem mais desmotivados. Muita sorte e obrigada por este blog.

    Gostar

    1. Angielopes's weblog diz:

      olá Selma e obrigada pelo teu comentário🙂

      Vou criar nos próximos meses alguns posts dedicados a quem está a pensar emigrar para o Reino Unido, com dicas e sítios essenciais que não podem perder. Por isso, se puderes subscreve ao meu blog e boa sorte

      Gostar

  3. selma diz:

    Espero que continues a alcancar todos os teus objectivos.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s