Dicas para encontrar casa no Reino Unido: os meus dez mandamentos

Já vivo em Inglaterra á 3 anos e meio e durante este tempo todo, penso que mudei de casa pelo menos 10 vezes, por isso, acho que sei uma coisa ou outra das coisas essenciais que toda a gente precisa de saber antes de assinar um contracto . Aqui vai a minha lista com os 10 mandamentos para encontrar casa no Reino Unido.

  1. Pesquisem muito bem o sitio onde pretendem mudar-se, como a história, a cultura, de determinado council (freguesia), os costumes mas também o custo de vida, a taxa de desemprego por faixa etária, a taxa de crimes ocorridos e qual deles é o mais frequente e comparem-no com outras cidades. Se puderem fujam de cidades mais caras e populares como Londres ou Manchester onde a taxa de desemprego é mais alta e onde, estranhamente, há uma certa hostilidade aos emigrantes. os sites Statistics, UK cities
  2. Depois desta pesquisa essencial, aconselho a passar pelo menos sete dias nessa cidade, porque pode não ser nada do que estão a pensar. Serão sete dias em que darão uma volta pela cidade e sentirão o seu ambiente, se estão confortáveis ou não, se gostam da área, visitem vários pubs e discotecas, prestem atenção aos preços dos bens essenciais, perguntem qual é a zona mais barata e mais segura para viver e se precisam apanhar transportes para chegar ao centro da cidade e de quanto é o passe mensal. Aconselho a perguntar também em algum pub (bar) como é situação da cidade em termos de emprego, o pessoal dos pubs sabem um pouco de tudo, sao uma autentica enciclopédia dos assuntos sociais das cidades .Esta semana é essencial e irá tirar todas as vossas dúvidas em termos de custos e vida social. Vale a pena visitar o site Visit Britain, que tem uma lista de eventos e informacoes sobre determinada cidade
  3. Se gostarem dessa cidade, façam uma pesquisa á volta do quarto dia, preferencialmente, de quanto é que pode custar-vos por mês um quarto, um apartamento ou um estúdio e se conseguem arcar com os gastos e dem uma volta por essa área. Aconselho a procurar quartos em três websites da minha confiança: Spareroom, Gumtree e EasyRoomMate.
  4. PAREM TUDO,VOLTEM PARA O VOSSO PAÍS E PENSEM MUITO , porque ser emigrante é muito complicado vale a pena mas é que isto de ‘viajar por mares nunca dantes navegados’ ( Lúsiadas) tem muito que se lhe diga
  5. Voltem para a cidade que escolheram,num fim de semana prolongado por exemplo, e façam uma lista de pelo menos 15 casas possíveis, escolham com cuidado o tipo de Room Mates (colegas de casa) que querem ter, a faixa etária e se são profissionais ou estudantes  e se eles tem animais de estimação ou não, o resto é uma questão de sorte
  6. Tentem conhecer os vossos futuros roomMates, nem que tenham que pedir á vossa agencia ou ao vosso senhorio para ver a casa no horário da noite.
  7. perguntem se o senhorio já teve queixas de algum dos roomMates e se a casa costuma estar limpa e sem muitos problemas
  8. não aconselho a viver com senhorios, é horrível. Sentimo-nos constantemente como emplastros
  9. pesquisem a fundo o senhorio que vão ter. Há alguns sites que são imprescindíveis como o National Landlord Association, onde qualquer senhorio que se preze é registrado e onde podem telefonar e perguntar se o senhorio ou agencia é de confiança ou se está ou esteve sobre algum tipo de investigação.
  • Nao entreguem o depósito nem paguem a renda  sem primeiro assinarem um contracto. Nao entreguem também qualquer tipo de documentos ou detalhes pessoais sem primeiro terem o contracto na mão.  COMO JÁ PERCEBERAM O CONTRACTO É MUITO IMPORTANTE, SEM CONTRACTO SERÁ QUASE IMPOSSIVEL PROVAR QUE ENTREGARAM DINHEIRO PARA A CASA E O QUANTO ENTREGARAM , SENAO FIZEREM ISTO CONSIDEREM ESSE DINHEIRO PERDIDO. Saibam mais sobre os vossos direitos no link do Citizens Advice Bureau
  • My deposits onde podem verificar se o vosso depósito está registrado e no seguro. A grande maioria dos senhorios e agencias registram automaticamente o vosso depósito neste programa. Se não encontrarem lá o vosso nome, perguntem o porque de não estar registrado e pecam que seja registrado urgentemente. Leiam com cuidado o contracto especialmente as letras minúsculas e se no contracto diz qual é o mínimo de tempo que tem de ficar naquela casa ( 3 meses, 6 meses), quanto é que tem de dar de depósito e quais são as condições e quanto tempo de aviso tem de dar antes se decidirem sair dessa casa.
  • Tenancy contents cover– Aconselho a fazer um seguro ás vossas posses, principalmente se tiverem pecas caras como computadores, jogos, consolas ou qualquer equipamento de trabalho. Lembrem-se que o senhorio ou a agencia não é responsável pelos vossos bens, por isso, para terem menos uma coisa na vossa mente, um seguro é algo a considerar.

10. Arrumem as malas, comprem uma passagem só de ida e boa sorte 😉

Que tal pessoal? Esta lista ajudou alguma coisa? Que outros conselhos querem adicionar a esta lista?

    Anúncios

    One Comment Add yours

    1. lucia diz:

      ola tudo bem? preciso de um concelho tenho 2 filhas ja estive a trabalhar em inglaterra e ja tenho insurance number.
      queria voltar com elas para poder trabalhar e dar-lhes um futuro melhor, queria saber se em londres dão algum tipo de ajuda não monetária mas em educação tipo creches enquanto vou trabalhar!! elas têm 17 meses e 4 anos…

      Gostar

    Deixe uma Resposta

    Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

    Logótipo da WordPress.com

    Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

    Facebook photo

    Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

    Google+ photo

    Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

    Connecting to %s