Inglaterra ou Portugal?: Os prós e os contras de eu ficar em Inglaterra- parte 2 de 4

Este ano terei que pensar no meu futuro. Terei que escolher entre voltar para o conforto da minha casa e voltar para Lisboa cidade que tanto amo ou ficar aqui em Londres, cidade que tanto adoro.

Depois de ter acabado o curso de Jornalismo na University of Lincoln e de ter feitos os estágios que queria, no Lincolnshire Echo e na Jazzwise, fiquei simplesmente um bocado perdida. Todos os meus sonhos realizaram-se em Inglaterra e agora falta dar o próximo passo.

O problema do próximo passo é que não é tão simples quanto parece. A etapa seguinte se o inglês não fosse a minha terceira língua, seria tentar encontrar um emprego como freelancer no Reino Unido ou um emprego como jornalista, mas o problema é que a situação dos jornalistas aqui é muito má. Para terem uma noção só dois colegas meus entre 120 alunos do meu curso conseguiram um emprego/estágio. Ponho emprego/estágio porque esse emprego com a duração de um ano não é pago. Eles terão de se suportar os seus custos financeiros durante esse ano sozinhos. Como, não sei.

Como freelancer então é impossível já que o meu inglês ainda não é á prova de bala e penso que ninguém irá pagar um artigo que possa ter erros. Tudo isto e muito mais não pará de andar ás voltas na minha cabeça.

Se tenho medo? SIM. MUITO MEDO

PRÓS:

  • Aqui em Londres tenho um emprego fixo, que adoro, e que tenho todas as chances de subir rapidamente de posição.
  • Adoro esta cidade, todos os dias conheço pessoas fascinantes de todos os quatro cantos do mundo. Adoro também andar pela cidade e descobrir as pequenas histórias de cada canto.
  • Simplesmente ainda não estou preparada para ir para Portugal. Ainda tenho muito que viajar. Já fui a várias cidades do RU mas ainda me falta Liverpool ou Glasgow por exemplo.
  • Em Londres parece que cada paragem de autocarro ou de metro é um país diferente. China, India, Caraíbas, Nigeria e essa multi-cultiralidade apela-me muito
  • Quem sabe mais estágios aqui.  Quero tentar concorrer para mais algumas revistas de música.Aprendi tanto durante o meu tempo na Jazzwise, que fiquei cheia de vontade de estar em mais redacções. A minha sorte é que as redacções todas ficam em Londres. Afinal de contas jornalismo é e será sempre a minha paixão.
  • Já estou habituada a viver sem a minha mãe a ser independente. Já estou habituada a pagar as contas e a contar os meus trocos e se voltar para casa durante alguns meses terei que viver debaixo das saias da minha mãe, que apesar de ser espectacular e me apoiar em tudo, não sei se será uma boa ideia.

Contra:

  • Tenho as minhas raízes em Lisboa. Sinto falta da comida, da família, dos amigos, do tempo…já perdi imensos aniversários, funerais e deixei de ser o ombro amigo agora sou mais o  ‘msn amigo’ ou o ‘skype amigo’ se precisarem de mim.

Leiam a parte 1 aqui : A minha vida depois de um curso no Reino Unido e a minha confissão parte 1 de 4

Leiam a parte 3 aqui: Os prós e contras de eu voltar para Portugal parte 3 de 4

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s