Sexo no Reino Unido

Cambridge e Oxford logo

Uma blogger está a revelar as suas one-night-stands no seu blog Sex at Oxbridge. Ela é estudante numa das duas mais conceituadas universidades do mundo, Cambridge e Oxford.

Descreve que já  dormiu com homens de nove nacionalidades, sem contar com as dezenas de ingleses que já dormiu. Conta com pormenores as vezes que dormiu com jogadores de raguebi e porvezes o tamanho do penis nao é proporcional ao tamnho dos musculos, ou quando acorda depois de mais uma noitada sem saber onde está. Não revela a sua identidade, muito porque não quer que a sua mãe saiba e também porque quer proteger a identidade das pessoas que dormiu.

Este blog, criado á apenas uns meses está a gerar uma grande controvérsia em Inglaterra. Todos os jornais e todos os bloggers já escreveram sobre o assunto. Estão todos chocados, dizem que ela não devia fazer isso ou outros na defensiva dizem que, não é por ela fazer que o resto do país também faça.

A minha pergunta aqui é: Qual é o espanto? Até parece que ninguém sabe como é que os ingleses são. As mulheres não se dão o mínimo de respeito e os homens muito menos. Eu já perdi a quantidade de vezes que ouvi no trabalho, raparigas de 16, 18 anos a contarem as noitadas de sexo que tiveram, pergunto: mas sabias quem era? Eu não,  estava bêbada, nem me lembro de como cheguei lá.

Isto acontece todas as semanas, ouço de algumas raparigas  três, quatro vezes por semana, com diferentes homens entenda-se, outras regularmente todos os fins-de-semana depois de uns copos, entenda-se aqui garrafas. Basta ver ela a falar da sua virgindade, chamando-lhe V-card como se fosse só um passe verde para muitas mais noites de sexo, não é só ela que pensa assim, todas as inglesas que conheço pensam assim. A virgindade tem que ser perdida o mais rápido possível estando sóbrias ou não, porque só assim podem começar a ‘aproveitar a vida’, não mostrando muito respeito pelo seu corpo, e depois do V-card, qualquer homem bêbado numa discoteca serve.

Não sou de julgar ninguém, cada um sabe de si. O meu problema é o facto de elas não perceberem o quanto se estão a desrespeitar, a correr perigo em ir pra casa com um estranho,e completamente bêbadas, a ponto de nem se lembrarem da cara do homem, e como estão tão bêbadas a ponto de não saberem para onde estão a ser levadas, 90% se esquece, ou nem notam, de usar o preservativo. Acabando com inúmeras DSTs, Doenças sexualmente transmissíveis, ou grávidas. Não é á toa que Inglaterra é o pais da Europa com a taxa mais elevada de Chlamydia e gravidez na adolescência.

A blogger de Sex At Oxbridge também descreve os jogos de bebidas que a sua Universidade tem, que em todo o lado só é mais uma razão para conseguir engatar alguém. Ela sabe o que está a fazer, dizendo que “se estiveres bêbado é mais fácil seres engatado e engatar alguém, porque estas com as defesas mais baixas”

Para ela a vida na universidade não basta de exames, reuniões com os tutores, aulas e sexo de uma noite. E é assim em todo o lado, em vez de saberem aproveitar a oportunidade que tiveram em conseguir entrar num curso superior, a grande maioria dos estudantes vem a Universidade como um veículo para beber e ter sexo fácil.

A única coisa de bom que eu vi no blog dela foi ela alertar para a importância de usar preservativo, no seu post Safety first. E isto serve para pessoas que tem só uma pessoa e estão numa relação estável ou para pessoas que estão solteiras e tem diferentes parceiros, muito porque há muita gente que tem sexo de uma noite e outra porque tu sabes quem estás a dormir mas tu raramente, só depois de muito tempo juntos é que podes ter a certeza se a pessoa com quem estás a dormir só está a dormir contigo.

Algum dia alguém saberá quanto dos homens de Sex at Oxbridge tem namorada ou são solteiros? Algum dia se saberá se ela é de facto solteira?

Porque é que o sexo não pode ser como a musica ‘Make sure you’re sure’ do álbum Jungle Fever (1991) do Stevie Wonder? Num mundo ideal seria….

Letra de Make sure you’re sure

Well the night is young
And the stars are out
And your eyes are all aglow
And you say you feel
Ways you’ve never felt
But are you sure, make sure you’re sure

Well, the wine is sweet
And the music sways
And your lips are so divine
And you say you know
That you’re falling in love
Now, let’s be mature, make sure you’re sure

I’m not accustomed to wearing my feelings
In a place that’s so obvious to see
But if eyes don’t lie
There’s a chance that you are not fooling yourself
And me

Well the night is through
And the sun’s come out
And so too has your lovely smile
And you vow to stay
In these arms always
Can you endure, now are you sure

Love can be so insecure
So please be sure

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s