Citação

How vain it is to sit down to write when you have not stood up to live. –

i.é: Como e vão sentarmo-nos para escrever, quando não nos levantamos para viver

por,Henry David Thoreau, escritor americano

Não deixa de ser irónica esta frase vindo de um escritor que fez  inúmeros romances, e também não deixa de ser irónico esta ser a minha frase da semana no iGoogle, numa altura em que eu estava a começar a pensar de que realmente preciso de sair lá pra fora e viver em vez de ficar a escrever no meu Toshiba todo XPTO.

Ás vezes penso que pensamos muito nas filosofias de vida, o que é que significa isto ou aquilo, perdemos muito tempo a elaborar teorias, que não nos levam a nada, dar culpas á sociedade, ao materialismo, ao governo, á falta de leite na amamentação, á nação inteira…Quando na realidade não temos por vezes maturidade suficiente para perceber o que é que realmente se está a passar na nossa vida. A ordem portanto deveria ser:  viver, parar, pensar e nunca o contrario.
Mas errar é humano ou não?
Eu pelo menos, confesso, estou a errar e muito…mas estou também a adorar todo o processo  desta aprendizagem diária…

Anúncios

One Comment Add yours

  1. russeliuskawakuti diz:

    Ola Angie…
    Lutei no sentido de inibir a minha vontade de comentar este post, mas tombei no ultimo minuto.
    Questiono-me na tua ordem para a vida :viver, parar, pensar e nunca o contrario?Será mesmo assim?Que fazer com a nossa capacidade de raciocínio?….Esta ordem parece um bocado desesperada (LooooL) , mas não te critico afinal as experiências de vida sempre influenciam na opinião das pessoas sobre este ou aquele tema.E como o meu amigo Grande Soba sempre o disse “Experiência é conhecimento, tudo o resto é informação”.
    Todavia , defendo outra ordem: pensar, viver, parar( analisar o rumo ), como o meu professor de filosofia (no secundário) dizia “pense duas vezes antes de te atirares de cabeça”, pensar é de facto uma maneira de se evitar erros nos nossos actos, analisar os benefícios e malefícios, prós e contras.
    Errare humanun est sim tens razão, mas permanecer no erro é puramente e exclusivamente diabólico, agir sem pensar é na verdade a chave para permanecer no erro, e como cantou o meu amigo António Variações “quando a cabeça não regula o corpo é que paga”…
    Por ultimo, não devemos radicalizar a coisas, em vez de parar e culpabilizar alguém, o nosso “pensar” deve ser sempre pensar para agir não devemos pensar tanto ao ponto de estagnar as nossas acções, devemos pensar no sentido condicionar os nossos actos( em função das suas consequências), procurar soluções e as executar.Só assim estamos a fazer render a nossa capacidade de pensar.

    “Cogito ergo sum”–>René Descartes (1596 – 1650)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s